-Carta para Deus – Para ler todos os dias –

Se Deus aparecesse na sua frente, hoje, e te perguntasse:

“O QUE QUERES DE MIM, MINHA FILHA? ”

Sabendo que Ele apenas atende àqueles pedidos que realmente representam o que é essencial para nós, o que você pediria?

A verdade é que muitos de nós são sabemos aquilo que, de fato, precisamos.

Temos a tendência a sermos superficiais demais em nossos desejos.

E, por isso, muitas vezes acreditamos não sermos escutados por Ele.


Deus,

Hoje venho te pedir que, com sua infinita misericórdia, desate os nós, que insistem em sufocar o meu peito.

Desate, Senhor, os nós do medo.

Que eu tenha coragem para, diante das adversidades, me manter de pé.

Que eu tenha sabedoria suficiente para entender que jamais estarei sozinha, mesmo que todos me virem as costas.

Que eu entenda, de uma vez por todas, que o medo faz parte do Ser Humano, mas que sou eu quem define até onde ele deve me limitar.

Que eu não permita, Senhor, que ele me prive de seguir.

Que o novo não mais me assuste.

Que o novo apenas me liberte.

Que eu tenha o bom senso, Senhor, de extrair de cada fase da minha vida, aprendizados que me engrandeçam, e que me façam estar mais próxima de Ti.

Desate, Deus, os nós da saudade.

Saudade de um tempo ou de alguém que já se foi.

Que eu reconheça a dádiva de ter, ao menos, tido a oportunidade de conviver com pessoas tão especiais.

Que eu tenha sensibilidade para entender que, na vida, só estamos de passagem. E que eu viva de acordo com essa realidade para, então, compreender que, mesmo que doa, mesmo que machuque, nada e nem ninguém é eterno.

Nem eu mesma.

Que eu viva intensamente cada sentimento, cada amor, cada momento, como se, de fato, ele fosse o último.

Como se, de fato, fosse a minha última oportunidade de ser melhor.

Desate, Senhor, os nós da insegurança.

Que eu confie, Senhor. Na vida, em Ti, em mim, e no meu próximo. Mesmo que eu tenha motivos para desconfiar.

Que eu saiba a hora de ir, e também de recuar.

Que eu saiba me impor, com delicadeza. E que eu aprenda a ouvir, com sabedoria.

Que eu aceite as críticas, e faça delas minha motivação para ser melhor.

Que eu saiba fazer as críticas certas àqueles que amo, para que eles também sejam capazes de evoluir.

Desatar nós, para que a vida seja leve.

Hoje, Deus, venho te pedir que desate os nós da mágoa.

Que eu consiga perdoar aqueles que me feriram.

Que eu tenha a humildade suficiente para reconhecer que também já errei com muita gente.

Que eu também não sou perfeita.

Que eu aprenda a também me perdoar por cada falha.

Desate, Senhor, os nós da culpa

Que eu entenda que, de vez em quando, eu também posso fraquejar.

Que eu não tenho que ser forte o tempo todo.

Que eu saiba, Senhor, derramar as minhas lágrimas sem culpa.

E que que eu tenha, Senhor, alguém disposto a me amparar neste momento.

Que eu consiga, Senhor, viver de acordo com aquilo que acredito.

Que eu possa me expressar, sem que o peso da culpa me canse os ombros.

Que eu me levante ainda mais forte a cada tombo.

Desate, Senhor, os nós da ingratidão.

Que eu saiba ser grata a cada conquista, por menor que ela seja.

Que eu reconheça as inúmeras bênçãos que me são dadas diariamente.

Que eu reconheça os anjos que me acompanham.

Hoje, Senhor, venho te fazer uma prece.

Que eu seja amparo para aqueles que chegam até mim.

Que eu seja luz, para aqueles que se encontram na escuridão.

Hoje, Deus, eu só quero te pedir que o mundo encontre a paz.

Deixe uma resposta