Deus cuida de nós

Por que justamente comigo?

Será castigo de Deus?

Onde foi que eu errei?

Perguntas como essas costumam pairar sobre nossas mentes, quando nos deparamos com aquelas pedras, que teimam em apertar o nosso calo. Situações que nos colocam a prova, que nos exigem sabedoria e talvez um pouco de ousadia para enfrentar a vida.

Todos nós, mesmo que inconscientemente, já nos sentimos, em algum momento, injustiçados. Como se não fôssemos merecedores de tamanha provação.

Mas, na verdade, são as decisões do meu dia a dia que definem o meu destino.

Deus nos dá o livre arbítrio para definir o rumo de nossa própria vida. Todos temos nossos anjos da guarda, enviados por Ele, para nos proteger de todos os males. No entanto, são minhas atitudes diante da vida que me fazem mais próxima ao cuidado de Deus, ou não.

A experiência do cuidado tem limite. Como tudo na vida.

Deus cuida de nós através da forma como nós nos portamos diante dos problemas que nos são propostos pela vida, e também pela forma como cuidamos de nós mesmos.

Pedras são inevitáveis. Mas, a forma como reagimos a ela nos fará mais fortes ou mais fracos. A escolha entre se apegar ao problema, ou superá-lo e aprender com ele, sempre será minha. E as consequências também.

Devemos entender que toda decisão gera uma consequência. E isso não é culpa de ninguém, além de nós mesmos.

Se você não cuida da sua saúde, se leva uma vida muito estressante, se guarda muito rancor e mágoa, tudo irá modificar o rumo da sua vida.

Ele sempre sabe a hora de nos enviar anjos ou de nos deixar caminhar com as próprias pernas.

Assim o cuidado também deve ser feito com aqueles que amamos.

Cuidar não significa fechar os olhos para as possibilidades de aprendizado do ser amado.

Existem dores que são apenas nossas e, como tais, sua solução dependerá apenas de nós mesmos. Da nossa força de vontade em seguir lutando, apesar de qualquer obstáculo.

Deus nos ama também na hora dos problemas, porque quem ama deve deixar que o ser amado cresça. E crescer, em alguns casos, significa aprender a lidar com as consequências dos próprios atos.

Cultivar essa forma de amor é desafiador. Mas faz com que a maturidade desabroche. Cria Seres Humanos mais fortes, mais sábios e mais confiantes.

Entender que Deus cuida de nós a medida que temos coragem para enfrentar o mundo, é fundamental para nossa evolução.

Deixe uma resposta