Ho’oponopono: a oração que cura e liberta explicada de forma simples e intuitiva…

Hoje me senti intuída a compartilhar com vocês uma técnica que, apesar de já ser bastante difundida, ainda pode ser um mistério para muitos.

O fato é que a vida, às vezes, nos pede um pouco mais de calma, um pouco mais de fé.

Mas, também é verdade que nem sempre conseguimos nos livrar da raiva, da angústia, da mágoa, e de tantos outros sentimentos, que nos afastam de nós mesmos.

Eu sei. Quando a vida nos parece pesada demais, fica difícil simplesmente ter fé que tudo dará certo, que é apenas uma fase, e relaxar.

Mas eu venho te contar um segredo, que funcionou comigo e, tenho certeza, pode funcionar também com você.

Esse segredo tem nome e se chama Ho’oponopono, uma técnica havaiana de oração, que irei explicar de uma forma muito mais simples e prática do que encontramos por aí, porque, quando falamos do nosso dia a dia, é assim que a coisa toda funciona.

Então, ao sentir que está saindo da frequência energética de paz e harmonia com você mesma, com alguém ou com alguma situação, antes de qualquer outra atitude, dê-se um tempo.

Isso mesmo, se possível, retire-se do local, respire, inspirando e expirando profundamente pelo diagrama por, pelo menos, três vezes, ou até que sinta que está relaxando e, logo após, repita mentalmente ou em voz alta:

Eu sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grata.

Essas frases compõem uma espécie de oração, cujo o objetivo é promover a auto cura.

Ao repeti-las, você limpa a energia ao seu redor, e se aproxima um pouco mais de Deus, já que as palavras estão diretamente relacionadas a valores que o próprio Jesus nos ensinou, como: compaixão, humildade, amor e gratidão.

No entanto, você não deve começar essa prática acreditando que irá resolver a situação em questão. Não. O como a solução irá se desenrolar não é um problema seu. O objetivo deve ser o de limpar os sentimentos, que estão lhe perturbando, porque, quando encontramos a paz interior, tudo o que está ao nosso redor retoma ao seu devido lugar.

Esse deve ser o seu objetivo maior ao fazer essa oração: conectar-se com o Divino para permitir que Ele conduza sua vida da melhor maneira possível.

Não se importe tanto com os significados das palavras, mas simplesmente sinta que, ao serem pronunciadas, elas revelam ao Universo (ou a Deus) que sim, você deseja se libertar de toda e qualquer energia que reprime, sufoca, e te impede de viver o melhor que a vida pode oferecer.

Não se prenda a ideia de que você está pedindo perdão para quem te feriu porque, na realidade, você está pedindo perdão para si mesma, por ter se deixado levar por sentimentos e pensamentos negativos, e por memórias passadas.

Você está corrigindo algo que, em sua vida, não está como deveria. É isso que importa.

Quando a fiz pela primeira vez, confesso, também não acreditei que funcionaria e, por isso, não a julgo se tiver achando que isso tudo é uma grande bobagem. Mas, te convido a experimentar e descobrir, assim como eu fiz, que sim, é possível se libertar daquilo que nos aprisiona.

É importante atentar-se para o fato de que, como tudo em nossas vidas, o Ho’oponopono requer prática e, nem sempre, funcionará na primeira vez que pronunciar as palavras.

Persista.

E siga seu dia normalmente repetindo, sempre que se lembrar: Eu sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grata, com a maior sinceridade que encontrar dentro de você.

E depois me conte, aqui nos comentários, como foi a sua experiência!

 

Texto desenvolvido exclusivamente para o blog O Segredo

Deixe uma resposta