MEDITAÇÃO GUIADA – APRENDA A SILENCIAR A MENTE

Permita-se ficar em silêncio por alguns instantes. Um minuto, para começar, já é o bastante.

Hábitos não são criados da noite para o dia.

E aprender a ficar em silêncio também requer prática, determinação e muita gentileza consigo mesma, quando, por um motivo qualquer, você não for capaz de silenciar, nem mesmo por um minuto.

O que te peço é que não desista.

O que te peço, é que acredite que ser capaz de silenciar é um dos maiores benefícios, que você poderá proporcionar para sua saúde física e emocional.

E que se outras pessoas conseguiram, você também é perfeitamente capaz de conseguir.

Não se atente a técnica em si, não é isso que importa nesse momento.

Não consegue ficar sentada em posição de lótus, coluna ereta e pernas cruzadas à sua frente? Apenas sente-se confortavelmente em uma cadeira que você goste.

O objetivo de silenciar não é aplicar nenhuma espécie de passo a passo.

E, entender isso, é de fundamental importância pois, caso contrário, podemos cair na armadilha de acreditar que não vamos alcançar a nossa paz interior, porque não conseguimos silenciar pelos exatos 60 segundos, como foi solicitado.

Silenciar significa, apenas, dar uma pausa em meio ao turbilhão de afazeres, que eu sei que você tem. E eu também sei o quão difícil é imaginar que você tem esse um minuto disponível para incluir esse novo hábito em sua rotina.

Mas, hoje, eu apenas peço que você acredite em mim.

Eu também já pensei sobre tudo isso, também já tive inúmeras tentativas fracassadas de silenciar a minha mente e, às vezes, confesso, ainda tenho. Mas, eu consegui e, se eu consigo, você também pode.

Apenas acredite nisso.

Ao ficar em silêncio, feche seus olhos e apague as luzes, se for confortável para você. Esteja atenta a todos os sons, que estão a sua volta nesse exato momento.

E, se por um acaso, não houver nenhum barulho, ouça apenas o vazio.

Ouça sua respiração.

Como ela está nesse exato momento?

Diga a si mesmo, em pensamento, que tudo ficará bem, que você já pode respirar tranquilamente, que você está segura nesse momento.

Se começar a pensar que é realmente muita maluquice, apenas sorria para a sua mente, ela está tentando te tirar da sua paz.

Simplesmente não permita, e reassuma o controle.

Diga uma vez mais: eu estou no controle nesse momento e eu escolho estar em paz.

Perceba como os sons a sua volta vem e vão. Surgem e, logo depois, desaparecem.

Perceba isso com bastante atenção nesse momento.

E assim como eles, nossos pensamentos acontecem.

Perceba como um pensamento surgiu em sua mente e, logo que você prestou atenção em outra coisa qualquer, ele se dissolveu.

Assim são também os nossos problemas.

Eles surgem, cumprem a sua função, e logo estamos vivenciando outro momento de paz e harmonia.

O intervalo de tempo, entre um e outro, depende única e exclusivamente da nossa postura diante daquilo que nos é apresentado.

Você pode desistir, chorar, reclamar. Ou pode levantar-se, e ser o melhor que você pode ser.

Às vezes, o que nos falta, é apenas a capacidade de enxergar a mesma situação por um novo ângulo. Criar e recriar quantas vezes forem necessárias um novo meio de lidar com a vida.

Perceba, sem julgamentos, como estamos tão habituados a dar ênfase aos problemas.

Deixe um pouco a culpa, a vergonha e o orgulho de lado, e note como estamos tão convencidos de que a vida é mesmo difícil, que não queremos escutar nada, que nos diga o contrário.

Quem nunca se viu diante de uma pessoa que reclamava de tudo e, quando você lhe dizia algo positivo, muitas vezes ela nem se quer te ouvia, e retomava as reclamações?

Quem nunca se colocou nessa posição de vítima?

Quem nunca se deixou levar pelas auto cobranças, sempre tão cruéis?

Hoje, eu quero te contar um segredo, a vida é como nós escolhemos enxergá-la.

Os pensamentos, que insistem em percorrer nossas mentes, minuto após minutos, são apenas boatos e, como tais, podem ser, ou não, reais.

Cabe a você analisar a situação como ela, de fato, é.

Tem certeza de que você realmente não tem escolha? Que você não tem como transformar uma situação, aparentemente desgastante, em algo positivo e recompensador?

Que aprendizados você pode tirar de tudo isso?

Quando nos vemos em uma situação de estresse, os boatos surgem a todo vapor, como se fossem realmente reais.

E lá estamos nós, nos maldizendo ou maldizendo nosso próximo. Nos colocando como verdadeiros miseráveis.

Mas, hoje, eu quero te dizer que você é perfeito exatamente como é, e que jamais estará sozinho porque Deus está contigo.

Você pode. Você consegue. Você é perfeitamente capaz de dar conta de tudo isso.

Duvida?

Então, me conte, quantos foram os desafios que você já venceu na sua vida? Quantas foram as situações, que você teve certeza que não seria capaz de suportar, e você suportou?

Ao decidir praticar o silêncio, que pode, e vai transformar a sua vida, deixe de lado qualquer tipo de pensamento como: não sou capaz ou não posso desperdiçar o meu tempo.

Apenas escolha tentar.

Pensamentos negativos são apenas sintomas de uma forma de enxergar a vida, e podem perfeitamente ser mudados.

Não, não será fácil. Não basta escolher mudar, mas é preciso persistir, persistir a tal ponto que, quando você menos esperar, ficar em silêncio se transforme no seu hábito, na sua forma de relaxar, no seu refúgio, e onde você será capaz de se conectar com as respostas que, há tanto tempo, tem procurado.

Sabe aquela oração na qual você pede por respostas, por uma direção? Elas já foram respondidas. Você apenas ainda não foi capaz de escutá-las, devido ao tamanho barulho, que você tem permitido que a sua mente faça.

Reconhecer que os pensamentos negativos são apenas sintomas e, portanto, não são reais, nos ajuda a vencê-los.

Portanto, quando se pegar pensando em algo negativo. Pare por alguns instantes, respire, e repita para si mesmo: eu escolho pensar diferente. Eu escolho me amar e me respeitar. Eu escolho acreditar que eu sou capaz de fazer tudo aquilo que eu preciso e desejo fazer.

Aprenda a substituir pensamentos negativos por afirmações positivas. Aprenda a questioná-los.

Aprenda a romper com o vício de dar ouvidos aos pensamentos negativos que, consequentemente, trazem ainda mais associações e lembranças negativas para si.

Silenciar a mente não significa não ter divagações. Escolher pensar positivamente, não significa não ter pensamentos negativos.

Significa apenas ter a certeza absoluta de que é sempre possível recomeçar, e fazer muito melhor da próxima vez.

Lembre-se sempre que é perfeitamente normal não gostar de estar em um trânsito, por exemplo, mas você pode escolher entrar em um turbilhão de pensamentos e sentimentos ainda mais estressantes ou, de algum modo, aceitar que, como tudo em nossa vida, isso também vai passar.

Apenas respire, esteja atento ao fluxo de pensamentos, e escolha, conscientemente, se vai se envolver com eles ou não, assumindo para si a responsabilidade sobre a forma como irá se sentir após essa decisão.

 

 

Deixe uma resposta