O jejum na quaresma

Na quaresma, muitos são os adeptos do jejum. Eu mesma sou um exemplo.

Cada um se sacrifica a sua maneira, deixando de comer ou beber aquilo que mais gosta.

Mas, tenho aprendido que o significado da quaresma vai um pouco mais além do que estamos habituados a pensar. Uma parte de toda essa promessa não foi explicada, ou compreendida, por muita gente.

Acredito que tudo o que fazemos nessa vida deve ser pautado por algum objetivo maior. Se não, tudo vira um mero teatro. E de encenações, já estamos todos cansados, convenhamos.

No tempo da quaresma, que nós possamos deixar de lado nossas máscaras. Que nós tomemos posse daquilo que realmente nos fará um Ser Humano melhor. É disso que se trata o sacrifício.

Deus, afinal, não espera de nós o sacrifício em si, mas a mudança que se desencadeia após e durante esse momento, ou pelo menos é o que deveria acontecer.

O que, após esses 40 dias, você espera mudar em si mesmo? De qual pecado você espera o perdão? De qual atitude você procura se libertar?

Sacrifícios precisam de propósitos para serem válidos.

A quaresma, na realidade, é vida prática.

É fundamental entendermos que nesses 40 dias devemos desconstruir nossa vida, para que ela se reconstrua em novos pilares, mais fortalecidos. Se não, de nada adianta.

O renascimento de Jesus vem nos mostrar que devemos renascer a cada dia. Renovar nossa fé, nossas esperanças, nossos hábitos. Modificar estruturas, criar novos lares.

A quaresma é tempo de conversão.

Você diz desejar seguir a Deus. Sabemos que é verdade. Mas, muitas vezes, nós esquecemos que, para tal, precisaremos renunciar a nós mesmos e aceitar carregar a cruz que nos é dada. Cruz essa que é nossa, única, intransponível. Mas nem todo mundo tá disposto a enfrentar o problema de frente. O sacrifício começa aqui.

Até que ponto seu sacrifício te levará para o caminho de Deus? Isso tudo realmente é com o intuito de se transformar, regenerar e converter? Você realmente quer ser alguém semelhante a Deus?

Sua vida se modificará a partir do momento que você também se modificar.

O que você tem feito pelo próximo? Você tem praticado a santidade naquilo que se propôs a fazer?

Isso é quaresma. São sacrifícios que você faz diariamente em prol do próximo e, é claro, por si mesmo.

Reflita, e comece agora mesmo a vivenciar a quaresma dentro de si.

A quaresma que te levará para uma vida de glórias.

Amém.

Deixe uma resposta