A verdadeira sabedoria

Saber se adequar ao que pede a situação é a grande chave do sucesso. A verdadeira sabedoria.

Há quem diga que ser uma pessoa passiva é ruim. Outros, já encontram na agressividade o caminho para conseguirem aquilo que desejam.

Nós, como Seres Humanos, podemos oscilar entre um estilo e outro durante as mais diversas fases de nossas vidas. E isso não é um problema.

A forma como nos portamos diante de conflitos diz muito sobre a nossa personalidade, mas não precisa ser algo que nos defina.

Eu não preciso assumir uma atitude passiva sempre, apenas pelo fato de sempre ter agido dessa maneira.

Pessoas, situações, aprendizados e vontade própria fazem com que a nossa condição possa ser alterada de um extremo ao outro.

Mas, convenhamos, nenhum dos dois lados é, de fato, positivo. Nem pra mim, nem pra você, nem pra ninguém.

Dizer aquilo que pensa sem se preocupar com as consequências daquilo sobre a vida do outro não é sabedoria, é falta de respeito, de empatia e sensibilidade. Muitas vezes, ao assumirmos essa atitude, ferimos pessoas que não mereciam e, com toda certeza, não nos transformará em Seres Humanos melhores.

Em contrapartida, se você não diz aquilo que pensa em nome de uma paz utópica. Se não expressa seus sentimentos, como, meu Deus, o outro poderá saber que algo a incomoda? Como você conseguirá aprimorar seus relacionamentos pessoais e profissionais?  

Assertividade – o equilíbrio entre os mundos.

Ser assertivo não é apenas dizer, mas saber a hora certa para tal atitude. É refletir, antes de falar. Respirar fundo, entender a situação e, então, expressar sua opinião.

A sabedoria de calar quando necessário. Saber recuar quando preciso. Seguir adiante no momento certo.

Pessoas assertivas não dão espaço para contra-argumentos. Elas sabem a forma certa de se posicionar diante de uma situação. Não há espaço para brigas desnecessárias, discussões baratas que não levarão ninguém a lugar algum.

Uma pessoa assertiva não deseja humilhar ou ofender ninguém pelo simples fato de não concordar com a sua opinião. Mas deseja ser ouvida e respeitada, porque conhece seus direitos.

É saber defender o seu espaço.

Somente quando você conseguir se manter firme ao posicionar uma ideia, sem a necessidade desenfreada de dizer tudo o que pensa “sem olhar a quem”, você encontrará, de fato, a sua paz interior.

Um tanto desafiador, não acha? Mas o que nessa vida não o é?

O que não significa estar certo o tempo todo. Tenha humildade para aprender a ouvir outros pontos de vistas e aceitar que, “vezemquando” eles podem ser melhores que o seu. Aceite isso quando acontecer e aprenda uma nova forma de ver a vida. Evolua.

Você não precisa provar nada a ninguém. Não estamos em nenhum tipo de guerra sobre quem é certo ou errado. Apenas entenda que cada um tem o direito de pensar, agir e crer naquilo que lhe convém. Respeite.

Pensamento positivo, proatividade e saber onde se quer, de fato, chegar são alguns pontos fundamentais para a formação de um perfil assertivo.

E você, em qual perfil se encaixa? Em qual deles deseja se encaixar?

Deixe uma resposta